Quem somos

Quem somos

IGREJA BATISTA BETEL NOIVA DO CORDEIRO - Simplesmente Diferente

A Igreja Batista Betel Noiva do Cordeiro foi institu?da em 2008 como uma congrega??o da Igreja Batista Betel do Flamengo, no bairro Washington Pires, no munic?pio de Ibirit?, Minas Gerais. Com o crescimento da igreja e de suas a?es sociais, a mesma foi emancipada em 2010, deixando de ser congrega??o para se tornar sua pr?pria mandat?ria, atuando cada vez mais na comunidade.

Localizada em um bairro reconhecido pelos altos ?ndices de viol?ncia e outras mazelas decorrentes do dom?nio do tr?fico de drogas, a Igreja Batista Betel Noiva do Cordeiro (IBBNC) se estabeleceu em um cen?rio carente de a?es e projetos sociais que mudassem a realidade da comunidade e a conduzisse para um futuro de mais oportunidades.


Para o Pastor Elias Silva, principal representante e l?der da igreja, "n?o h? prop?sito em uma igreja que n?o seja o prop?sito social", e foi essa percep??o que levou a IBBNC a criar diversos projetos e a?es sociais na comunidade de Washington Pires, que culminaram na cria??o da Organiza??o N?o Governamental (ONG) G?nesis, sob condu??o e manuten??o da IBBNC.


Atualmente, a ONG G?nesis est? presente na comunidade com diversos projetos de inclus?o e reinser??o social, esportes, cultura, lazer, acolhimento de pessoas em situa??o de rua e dependentes qu?micos, al?m de atuar no atendimento das demandas sociais por sa?de e educa??o, conforme rela??o abaixo:


  • Distribui??o de alimentos
  • Pres?dio feminino Bicas II
  • Pres?dio masculino de Ibirit?
  • Querubins da Madrugada
  • Ambul?ncia Social
  • Atendimento Odontol?gico M?vel


A viabiliza??o das a?es e projetos sociais da G?nesis se deve, hoje, em grande parte, aos recursos da pr?pria IBBNC, que destina cerca de 70% da arrecada??o do d?zimo para a ONG. As doa?es espor?dicas de empresas ou volunt?rios (obreiros), assim como as parcerias estabelecidas com entidades privadas e p?blicas (como a Pol?cia Militar de Minas Gerais), tamb?m s?o fundamentais para a manuten??o dos projetos sociais.


Miss?o

Prestar assist?ncia a pessoas carentes e promover atividades de inclus?o social para melhorar a qualidade de vida da popula??o da cidade de Ibirit? de acordo com os princ?pios crist?os.

Vis?o

Ser uma organiza??o de alcance estadual, de relacionamento e a?es entre as organiza?es, redes e institui?es evang?licas que atuam na ?rea social na promo??o e na defesa dos direitos humanos, alcan?ando cada dia um maior n?mero de atendimentos, proporcionando encorajamento, capacita??o, articula??o, mobiliza??o, troca de experi?ncias, informa?es e recursos as pessoas mais carentes visando uma sociedade mais digna, inspirados pelos princ?pios crist?os, acreditando no poder transformador de Deus.

Valores

?tica: fundamentar as a?es em valores e princ?pios crist?o, como justi?a social, amor, solidariedade, verdade, integridade, transpar?ncia, atuando de acordo com a vis?o integral e sist?mica na valoriza??o da vida, respeitando os direitos das pessoas, bem como as diferen?as e individualidades dos integrantes da comunidade.

Respeito ao pr?ximo: construir relacionamentos e alian?as com pessoas/organiza?es convergentes com os princ?pios da igreja para construirmos uma sociedade que ajude e respeite mais as diferen?as sociais do nosso munic?pio.

Bons relacionamentos: as sociedades civil e pol?tica devem trabalhar juntas para promover comunidades pac?ficas. Nenhuma ONG ou outra entidade consegue fazer tudo isso sozinha.

Lideran?a na comunidade: os esfor?os para criar comunidades pac?ficas devem ser liderados por membros da comunidade com princ?pios crist?os.

Gest?o transparente: os l?deres comunit?rios estar?o sempre em parceria com a ONG para sugest?o de propostas e ter?o acesso a presta??o de contas quanto solicitarem. Participa??o, democracia e transpar?ncia fazem parte de uma boa organiza??o.

V?nculos: aumentar o alcance as pessoas, mais troca, mais agrupamentos, mais participa??o. Atender cada vez com melhor qualidade em busca de um melhor conhecimento do outro, fazendo assim uma melhor integra??o entre as pessoas em situa??o de vulnerabilidade e a ONG.